20 Coques Anos 60: Imagens, Passo-a-passo, Vídeo, Dicas!


Os anos 1960 são, até hoje, considerados um dos ícones de beleza e estilo para muita gente. Volta e meia, tendências da moda se inspiram nesses anos que trouxeram para a atenção mundial ícones como Audrey Hepburn e Marilyn Monroe. Hoje falaremos dos coques anos 60.

imagens e fotos de coques anos 60
Coque anos 60 – Betty Draper

Como o estilo clássico está sempre em alta, não é incomum ver gente interessada em copiar o que era tendência na época, indo das roupas ao visual. Nesse sentido, uma das escolhas maios fáceis é escolher os estilos de cabelo e, nesse tempo, os coques dominavam.

Se você quer retomar ao passado e criar um visual bem clássico, veja a seguir dicas para conseguir o coque anos 60 perfeito!

Coque com volume no alto da cabeça – clássico

O coque anos 60 mais clássico é o que tem o volume no alto da cabeça. Também conhecido como estilo ninho, normalmente ele faz uma diagonal partindo da frente do cabelo, em que a parte de trás é a mais alta e também mais inclinada. Acompanhe o passo-a-passo simples:

  • Para fazer esse penteado você deve começar desembaraçando bem os fios. Se eles forem cacheados ou crespos, é melhor que estejam lisos em uma escova simples para que o visual fique mais clássico.
  • Em seguida, peque uma mecha um pouco à frente do topo da cabeça e passe um pente fino na parte de trás. Faça movimentos para cima e para baixo, desfiando os fios e criando volume. Em seguida, junte essa mecha, sem desfazer o volume, ao restante do cabelo e prenda em um rabo de cavalo alto. É importante que o laço do rabo de cavalo não seja muito apertado.
  • Depois, pegue a parte do rabo de cavalo propriamente dito e jogue-o para frente. Com ajuda dos dedos, faça uma “abertura” logo abaixo de onde o elástico está peso. Passe o cabelo por ali e ajeite na parte de cima, para criar o volume no alto da cabeça.
  • Por fim, use grampos para prender os fios e use apenas algumas mechas para deixar o visual mais anguloso e escondendo o truque para criar o volume.
coque acessorizado com flores
Coque com volume em cima
penteado volumoso e finalizado
Coques sempre volumosos e finalizados

Coque baixo é uma opção mais discreta

Embora seja um clássico, o coque alto é uma opção para quem tem mais personalidade ou, no mínimo, para quem está em busca de um visual mais chamativo. Como ele é bem alto e bem volumoso, é impossível não ser notado.

O fato é que isso não funciona para todo mundo, pois algumas situações pedem algo mais discreto ou mesmo a sua personalidade pode ser menos chamativa. Nesse caso, outro clássico é o coque baixo e mais refinado. Olha o tutorial:

  • Nesse caso, você deve novamente começar com os fios desembaraçados e bem lisos. É também fundamental estar sem nenhum frizz, já que o visual é bem mais arrumado.
  • Em seguida, divida o cabelo para o seu lado de preferência e prenda-o, para trás, em um rabo de cavalo baixo e apertado — mas o bastante para ainda ser confortável, é claro.
  • Agora, separe o rabo de cavalo em duas partes: a de cima e a de baixo. Com a parte de cima, que deve ser mais volumosa, faça uma espécie de dobra, o que formará tipo um tubo de cabelo. Penda com a ajuda dum grampo.
  • Por conseguinte, você vai usar a parte que restou circulando esse tubo, inclusive cobrindo o “buraco” no centro. Penda com um grampo e pronto, você tem o coque baixo perfeito e sem esforço.
coque baixo anos 60
Baixo anos 60
coque texturizado bonito
Baixo texturizado

O coque banana também era usado, veja então esse vídeo tutorial passo-a-passo ensinando como fazer coque banana anos 60:

Acessórios ajudam a compor o visual

Os anos 60 não foram tão coloridos ou extravagantes quanto os anos 70 ou década de 80, mas foram o primeiro passo. Assim, o uso de acessórios diferenciados já fazia parte do visual de mulheres que lançavam tendência, como Audrey Hepburn.

penteado com acessorio da audrey
Coque com acessórios de Audrey Hepburn
cabelo curto da audrey hepburn
Audrey Hepburn

Assim, ao fazer um coque do tipo você pode usar acessórios se quiser. Uma tiara de fita, por exemplo, da um toque bem romântico. Já uma presilha de pedraria dá um toque bem refinado, enquanto uma faixa de cetim, um toque clássico.

O importante é pensar como o visual combina e complementa o visual de modo que o resultado ao final seja harmônico e o mais bonito possível.

Volume é indispensável

Diante do passo a passo dessas duas opções de coque anos 60 você deve ter reparado uma coisa: a presença do volume como fator comum. Isso acontece porque foi nessa década que as mulheres maximizaram o volume no topo da cabeça, com uma espécie de topete mais atrás e que criava um visual muito característico dessa época.

Sendo assim, se você quiser um visual característico dessa época vai ter que investir em conseguir mais volume para imitar as grandes divas de 50 anos atrás.

Para tanto, a técnica de desfiar o cabelo é a mais fácil, já que não exige qualquer tipo de acessório especial. Porém, você também pode utilizar elementos como os produtos de cabelo próprios para esse fim.

Eles fazem com que os fios fiquem mais ásperos, temporariamente, e mais volumosos e dão um visual ainda mais intenso. Se for o caso, você também pode escolher usar acessórios de cabelo, como os bumps, que são presilhas de plástico que servem para dar um volume extra a certas partes dos penteados.

coque com volume em cima
Volume no alto
coque volumoso anos 60
Volumosos sempre

Finalização faz a diferença

Ao mesmo tempo em que as mulheres dos anos 60 tinham cabelos volumosos e, em alguns momentos, até mesmo ousados, você consegue reparar que os fios estavam sempre no lugar.

Ainda que o visual fosse o clássico solto, modelado com as pontas para fora e com tiara, os fios estavam sempre perfeitamente colocados. Com isso, a finalização é algo que faz toda a diferença — até mesmo porque com todo esse volume é necessário usar os itens adequados para sustentar os fios.

penteado com tiara
Usando uma tiara
coque com tiara anos 60
Com tiara

Nesse sentido, não tenha medo de utilizar produtos fixadores, como sprays de fixação média ou intensa.

O coque anos 60 é uma opção muito adequada para quem deseja um visual bem clássico e bonito, sem perder a elegância. Usando essas dicas, vai ser muito mais fácil conseguir o resultado perfeito!

Veja mais bonitas fotos e imagens e aprenda com dois tutoriais passo-a-passo:

coque anos 60 da lily collins
Muito volume com Lily Collins
coque alto anos 60 com ou sem acessorio
Finalizado com laço ou sem
coque da paris hilton retro
Coque bola anos 60
como fazer coque elegante sozinha
Tutorial passo-a-passo de como fazer coque anos 60 para festa chique
coque com volume na cabeça
Coque volumoso em cima ou em baixo
penteados tipo coque dos anos 60
Fotos reais dos anos 1960 com penteado coque
penteado das famosas inspriados
Coque das famosas inspirados nos anos 60
penteado coque anos 60 para fazer sozinha em casa
Tutorial passo-a-passo para fazer sozinha coque anos 1960
penteado com coque da mila kunis
Com volume atrás – Mila Kunis

O que você acha do visual? Compartilhe nas redes sociais!

Comente!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Compartilhe!

Seus amigos vão adorar! :)