No Poo E Low Poo: Tudo Sobre, Como Fazer, Produtos Liberados E Proibidos!


O No e Low poo que conhecemos hoje surgiu através de um grupo de pessoas que decidiu não depender mais tanto de cosméticos e procuraram técnicas para continuar tendo um bom resultado no cabelo sem a necessidade do uso freqüente ou até mesmo sem nenhum uso de cosméticos.

Antes e depois nas cacheadas

Essas pessoas não aderiram essa ideia do nada e sim porque começaram a se questionar sobre a composição dos produtos que usavam, pois além de entrar em contato com o couro cabeludo, esses produtos entravam em contato também com a pele. Essas pessoas colocaram em prática tudo isso e desenvolveram quatro técnicas para a lavagem do cabelo:

  1. Lavar apenas com água morna, massageando o cabelo com os dedos e não com a unha.
  2. Usar bicarbonato de sódio, pois possui poder de limpeza e ajuda na retirada de oleosidade extra que possa ter no cabelo.
  3. Lavar usando metade de vinagre de maçã e metade de água. O vinagre de maçã é semelhante ao bicarbonato.
  4. Lavar com sabões feitos através do processo de Saponificação, que é basicamente o sabão feito por meio de óleos.

Para condicionar, desenvolveram duas técnicas:

  1. Usar óleos naturais, como o óleo de coco e de oliva para ajudar a fechar as cutículas do cabelo.
  2. Usar vinagre de maçã e água, utilizando aqui uma colher de sopa de vinagre de maçã para meio litro de água.
Antes e depois

O Que é o Low Poo?

Não se pode falar em No e Low Poo sem citar Lorraine Massey. Uma cabeleireira britânica que desenvolveu o chamado ‘método da garota cacheada’ em seu livro ’Curly Girl’ ou Garota Cacheada.

Além disso, é criadora da marca ‘Deva Curl’ e desenvolveu produtos voltados para o método de No e Low Poo. Nesse livro, Lorraine trata, entre outros assuntos, sobre não utilizar produtos que tenham em sua composição sulfato e siicone.

O Low poo, traduzido para o português significa ‘pouco shampoo’. Mas, ao contrário do que muitos pensam, não é só isso! No Low Poo, além de diminuir o uso, o shampoo comum é substituído pelo shampoo sem sulfato ou que tenham sulfatos fracos.

O motivo é simples: o sulfato é um agente com altíssimo poder de limpeza. Quem aqui já não sentiu o cabelo super ressecado após a lavagem? Isso é resultado de uma limpeza profunda que, como já previsto, retira toda a oleosidade natural do cabelo.

O prejuízo está exatamente aí! As cacheadas possuem pouquíssima oleosidade natural. Os cabelos crespos e cacheados são naturalmente ressecados e o uso de Sulfato só intensifica isso. Não se preocupe em como saber quais produtos têm sulfato e quais tipos podem ser usados, os próximos tópicos cuidarão disso!

E o No Poo?

O No Poo, traduzido para o português significa ‘sem shampoo’ ou ‘nenhum shampoo’. Aqui, diferente do Low Poo, não se usa nenhum tipo de shampoo, nem mesmo os que não possuem sulfato ou que só possuem sulfatos fracos.

Antes e depois – resultados nos cachos

O que se utiliza é o ‘co-wash’ (lavagem com condicionador). Como o nome já diz, no No poo o método é lavar o cabelo com condicionador. Qualquer condicionador? Não! Além de não usar shampoo, os condicionadores usados não podem ter silicones insolúveis e óleos minerais.

O ato da lavagem funciona com a aplicação do condicionador no cabelo e posteriormente, com massagens circulares no couro cabeludo utilizando os dedos. É importante frisar aqui o uso dos dedos e não das unhas! Recapitulando, o No Poo defende a ideia de que os agentes de limpeza que existem no condicionador já são suficientes para a limpeza do cabelo, se não for usado nenhum elemento que gere resíduos como o silicone insolúvel e o óleo mineral.

Resumindo as duas técnicas, quem faz No poo usa a técnica do co-wash e quem faz Low Poo intercala o co-wash com o uso de alguns shampoos que tenham sulfatos mais fracos.

Veja esse vídeo falando tudo sobre low e no poo:

Por que não utilizar Silicones e Óleos Minerais?

Como já falado, no No Poo é proibido qualquer produto que possua silicone pois o co-wash sozinho não é suficiente para eliminá-lo do cabelo, ou seja, você não pode aderir à técnica do No poo e continuar usando produtos com silicone, pois estará acumulando silicone no seu cabelo e isso traz alguns malefícios.

O silicone tem sim um lado positivo, ele cria um tipo de revestimento nos fios, como uma verdadeira capa de proteção para a hidratação dos fios, o que significa que a hidratação não vai se perder com facilidade! Porém, se você fizer a técnica de modo errado, e gerar acúmulo de silicone, essa capa ficará cada vez maior e com mais freqüência no seu cabelo, impossibilitando a hidratação e nutrição dos fios. Logo, você estará gastando em produtos e perdendo tempo fazendo hidratações e nutrições que não farão efeito algum no seu cabelo.

O óleo mineral, da mesma forma, cria uma capa nos frios como uma maquiagem. Com o acúmulo, simplesmente dificulta os fios a receberem as hidratações e benefícios de tratamentos que você possa vir a fazer.

Por que não utilizar Sulfatos?

O sulfato tem basicamente a função de limpar o cabelo. É conhecido por ser um detergente com altíssimo poder de limpeza. Ele abre as cutículas do cabelo e retira, inclusive, a oleosidade natural do cabelo, o que é um prejuízo enorme para os cabelos cacheados e crespos. Desde sempre foi usado sem ser questionado pela ideia equivocada de que a espuma que limpa. É comum esbarrar por aí com esse tipo de pensamento.

Porém, sabemos hoje que espuma não é significado de qualidade do produto. O shampoo sem sulfato geralmente faz menos espuma, mas não significa que não está limpando! Não se preocupe quanto a isso. A maioria dos shampoos para Low Poo têm em sua composição outros elementos que ajudam na limpeza dos fios como, por exemplo, o Cocamidopropyl Betaine, que auxilia na limpeza e no condicionamento dos fios e também na remoção de silicones insolúveis em água.

Como saber se o shampoo tem Sulfato, Óleo Mineral e Silicone?

Resultados com e sem sulfatos

Atrás do shampoo ou condicionador sempre vem àquela lista enorme na composição. Sim, você terá que ter paciência de ler a composição e verificar se o produto possui algum dos elementos proibidos para a técnica que você adotou.

As tabelas abaixo terão que andar com você! Sempre que for comprar algum produto, dê uma olhada na tabela e na composição do produto para saber se ele é liberado pra você!. É bem simples, mas requer paciência!

Lista de sulfatos
Silicones insolúveis
Óleos minerais

Produtos liberados

Listinha com exemplos de produtinhos:

  • Co wash Yamasterol
  • Meus Cachos Novex
  • Less Poo Shampoo Suave Yamã
  • Shampp Creme Oro Argan Bioderm
  • Cachos Perfeitos Monange
  • Casulão Bicho S Bom
Liberados para co-wash
Shampoos permitidos
Cremes
Produtos liberados para no poo e low poo
Bio extratus – produtos para no e low poo
Yasmaterol para no poo e low poo
Como fazer Co-Wash

Olha esse vídeo com gelatinas finalizadoras liberadas para o tratamento:

Dicas pra quem quer começar o No/Low Poo

Meninas, antes de tudo, temos que lembrar que cada cabelo reage de uma forma.

Então a primeira dica é buscar entender quais são os melhores produtos, dentro das possibilidades, para o seu cabelo. Teste a maior quantidade de produtos que conseguir para achar um que seja ideal pra você. Essa fase de testes tem ficado mais fácil, pois as próprias marcas estão desenvolvendo linhas como: No Poo e Low Poo produtos. Ou seja, produtos específicos para cada técnica. Um exemplo é a Novex, que lançou a linha No/Low Poo Novex.

A segunda dica é ter paciência! Achar o produto ideal para o seu cabelo pode ser algo fácil, mas pode não ser também. Além disso, você terá que ter paciência para observar todas as restrições e olhar a composição dos produtos.

A terceira dica é aderir à técnica de forma gradativa. Se você sempre usou produtos com sulfato e silicone, pode ser que o seu cabelo não reaja muito bem a uma mudança radical. Então, a sua rotina capilar atual tem que ser levada em consideração! Tente ir eliminando os produtos proibidos aos poucos.

Uma dúvida freqüente é quanto ao tipo de cabelo. Muitas meninas acham que o No/Low Poo só é para cabelo cacheado.

Nada disso! Tanto o No Poo, quanto o Low Poo podem ser feitos em cabelos lisos também. E lá vai a quarta e última dica! Se você tem cabelo liso, provavelmente deve sofrer com a oleosidade e por isso ama aquele shampoo que retira toda a oleosidade do cabelo, não é? O que é característico dos shampoos proibidos para o Low Poo, por possuírem Sulfatos fortes.

Antes e depois no cabelo liso

Mas isso cria um círculo vicioso! Ao retirar toda a oleosidade do seu cabelo, automaticamente seu corpo recebe uma mensagem para produzir mais sebo, pois todo a sua oleosidade foi retirada e no outro dia você já sente a necessidade de lavar o cabelo novamente! Então o No Poo e o Low Poo para madeixas lisas também é super indicado!

E aí meninas, com qual técnica você se identificou mais? Já usou alguma? Conhece outras? Comente!

Comente!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Compartilhe!

Seus amigos vão adorar! :)