Guia DEFINITIVO sobre Comprimido para Piolho: Leia já!

Tenho certeza que você está preocupada e não sabe mais o que fazer pra se livrar dos piolhos. Leia esse texto até o fim que te garanto que o comprimido pra piolho resolverá esse problema.

Tire todas as suas dúvidas sobre o uso do comprimido para piolho com a tabela abaixo!

PIOLHO: Verdadeiro ou falso? Fonte de dados: Fiocruz
O piolho pode PULAR de uma pessoa para outraFalso. Apesar de ser um inseto, o piolho não possui asas para voar e nem pernas adaptadas para o salto.
PENTE FINO é a forma correta e segura para se eliminar os piolhosVerdadeiro. O uso de xampus específicos, medicamentos e tinturas de cabelo é comum, mas a melhor forma ara dar fim aos piolhos é o uso diário de pente fino.
LÊNDEA é o piolho mortoFalso. A lêndea é o ovo do piolho: quando o piolho nasce, deixa uma casca vazia, que muitas pessoas pensam ser uma lêndea “morta”.
CABELO SUJO é ideal para a proliferação de piolhosFalso. A falta de higiene não está relacionada à proliferação de piolhos. Pelo contrário, o inseto prefere cabelos limpos.
O VERÃO favorece a infestação por piolhosVerdadeiro. A temperatura elevada pode acelerar a eclosão dos ovos e o ciclo de vida do inseto.
Para matar o piolho é necessário ESMAGAR com a unhaFalso. Não se deve fazer isso em hipótese alguma: após a retirada com o pente fino, os insetos devem ser mergulhados em uma solução contendo vinagre e água em igual quantidade.
É preciso AFASTAR AS CRIANÇAS DA ESCOLA quando apresentarem piolhosFalso. A pediculose não é uma doença transmitida como a gripe, por exemplo. Basta que os pais tenham o cuidado de passar pente fino todos os dias.
Existem TRÊS TIPOS de piolhoVerdadeiro. Três tipos de piolho podem afetar o homem, sendo o da cabeça o mais comum. Também há o “muquirana”, que se espalha pelo corpo, e o “chato”, encontrado na região pubiana.
COMPARTILHAR pentes, bonés, capacetes e travesseiros facilita a transmissãoVerdadeiro. A principal forma de transmissão da doença é o compartilhamento de objetos pessoais.
As pessoas mais POBRES são as mais afetadas pelo insetoFalso. Um mito histórico associa a pediculose à baixa renda ou à promiscuidade, sem qualquer comprovação científica.
As MENINAS têm maior incidência de piolhos que os meninosVerdadeiro. Pode segurar a onda, isso não é machismo. As meninas, em regra, tem mais piolhos por conta do comprimento dos cabelos, compartilhamento de pentes e o convívio próximo das meninas durante a infância.
A ANEMIA pode ser um dos sintomas de pediculoseVerdadeiro. Por se alimentar de sangue, uma infestação de piolhos muito intenso pode causar um quadro de anemia.
QUALQUER PESSOA pode pegar piolhoVerdadeiro. Ninguém está imune: crianças, adultos ou idosos podem ser infectados.
Os piolhos são mais comuns em PAÍSES POBRESFalso. A pediculose está presente há milhares de anos em todas as partes do mundo.

Por mais higiene que se tenha, ninguém está imune a ver seus cabelos com os famigerados piolhos e lêndeas passeando livremente. Para evitar que mais e mais pessoas sofram com esse problema é indispensável ter uma atuação rápida para eliminar de vez esses parasitas.

Nesse sentido, o comprimido para piolho funciona e é um grande aliado para resolver esse problema de maneira eficiente e prática. Assim, entenda mais a seguir o que você precisa saber sobre esse comprimido, conhecendo mais sobre seu nome, bula e como utilizar.

imagem de piolhos e lendeas
Foto mostrando piolhos e lêndeas

Como funciona o remédio pra piolhos?

Quem sofre com piolho, especialmente quem tem crianças em fase escolar, pode respirar aliviado porque atualmente o comprimido para piolho existe e é uma opção que resolve. Mas como essa opção funciona?

A primeira coisa a se saber é que os piolhos na verdade são um parasita que escolhem o couro cabeludo e outros locais com pelos como local de atuação. Por serem parasitas, eles são diretamente afetados pelo que acontece dentro do seu organismo. Com isso, quando você ingere algum tipo de remédio contra esses parasitas eles são diretamente afetados.

Nesse sentido, o comprimido para piolho atua ao criar um ambiente hostil para o parasita e, principalmente, ao paralisar a musculatura desses parasitas. No seu corpo, entretanto, não há qualquer efeito prejudicial, ou seja, não faz mal, já que a atuação é direcionada apenas para o parasita.

Se você não quiser usar comprimido para piolho, existem outros tratamentos, como receitas caseiras – veja o fim do post – e xampus para piolho, que podem ajudar a acabar com piolhos e lêndeas. Este comprimido não serve para pulgas e carrapatos e não é ideal para dar para cachorro. Para os animais, o tratamento e os comprimidos são outros, procure um veterinário para tirar as suas dúvidas.

ivermectina funciona para matar piolho
Ivermectina – o princípio ativo dos remédios de piolho

Como ingerir o medicamento?

Normalmente o tratamento para piolho com o comprimido não é feito de maneira contínua nem muito menos prolongada. No geral, uma dose única tende a ser o bastante para eliminar os piolhos e lêndeas de uma vez por todas.

Conforme ocorra uma reinfestação, entretanto, será necessário ingerir novamente o comprimido para a eliminação dos novos parasitas. Além disso, a ingestão desse comprimido deve ser feita baseando-se no peso corporal. No geral, a orientação é de 200 mcg por peso corporal. Assim, a tabela de peso fica como a seguir:

  • Entre 15 e 24 kg: 1/2 comprimido – essa tende a ser a dosagem infantil;
  • Entre 25 e 35 kg: 1 comprimido;
  • Entre 36 e 50 kg: 1 1/2 comprimidos;
  • Entre 51 e 65 kg: 2 comprimidos;
  • Entre 66 e 79 kg: 2 1/2 comprimidos;
  • Maior que 80 kg: 2000 mcg por kg.

Conhecer os níveis e quantidades de ingestão, inclusive, é muito importante porque uma subdosagem não causará o efeito desejado no parasita. Sem uma dose letal, inclusive, eles podem se tornar mais resistentes à atuação do remédio.

Uma superdosagem, por sua vez, tem chances de causar problemas no seu próprio organismo, levando até mesmo à necessidade de atenção médica.

Quais os efeitos colaterais e contraindicações?

A principal contraindicação de qualquer comprimido para piolho é sempre o caso de alergia a qualquer um dos componentes.

Além disso, crianças menores de 5 anos ou com menos de 15 kg também não devem fazer uso desses comprimidos. Mulheres grávidas estão expostas a riscos desconhecidos se tomarem esse tipo de remédio e por isso deve-se evitar o consumo. Quanto às lactantes, o consumo só deve ser feito mediante indicação médica já que os componentes do remédio são excretados pelo leite materno.

Além disso, pessoas com afecções no sistema nervoso central, como meningite, também devem evitar o uso desse tipo de medicamento. Quanto aos efeitos colaterais, podem ocorrer casos de tontura, náuseas, falta de apetite, dor abdominal e falta de disposição.

Problemas na visão, dores de cabeça e inchaço na face podem acontecer, mas é algo observado em menos de 5% dos pacientes. Já a baixa de pressão arterial e piora do quadro de asma brônquica podem fazer parte dos efeitos desse remédio e por isso é importante conversar com o seu médico antes de começar a fazer uso.

Quais os nomes das opções para matar piolhos?

Atualmente, a indústria farmacêutica apresenta alguns comprimidos para piolho bastante eficazes e com preços diversos para esse tipo de tratamento. Agora, você quer saber quanto custa, o preço varia entre 15 e 30 reais. Normalmente baratas e eficientes, essas opções precisam sempre ser prescritas por um médico para evitar interações medicamentosas e reações adversas graves.

comprimido para piolho funciona
Remédio pra piolho que funciona – Ivermectina genérico

No geral, entretanto, as opções disponíveis incluem, variando entre comprimidos de dose única e múltipla:

  • Revectina: trata-se de um comprimido de 6 mg com as embalagens contendo 2 ou 4 comprimidos. A ivermectina é o princípio ativo e é um comprimido indicado para uso adulto ou pediátrico observando-se as condições de uso. Veja a bula.
  • Ivermec: se você não quiser ou não encontrar a Revectina pode comprar o comprimido isolado de Ivermectina, responsável por acabar com os parasitas de maneira eficiente.
  • Iverneo: outro medicamento que tem a ivermectina como componente principal e que é responsável por acabar com os piolhos de uma só vez.
  • Albendazol: comprimido mastigável de 400mg que precisa de orientação médica para ser usado sem que ocorra uma superdosagem. Pode ser usado por adultos e crianças.

O comprimido tem outras funções?

Por se tratar de um comprimido responsável por eliminar parasitas em geral, esse remédio também pode ser utilizado para infecções parasitárias em geral, como os vermes que se instalam na região intestinal.

foto de verme em desenho
Pode ser que o comprimido para piolho acabe com vermes

Apesar disso, cada tipo de parasita possui uma atuação e, por isso, é preciso que o médico faça uma avaliação, como um exame de fezes, para garantir que o comprimido para piolho é realmente a opção mais indicada para o caso apresentado.

Como esse tipo de comprimido não serve apenas para piolhos, é por isso é que o uso não pode ser feito sem assistência médica. Se a pessoa tiver piolhos e, junto, uma infecção parasitária que não pode ser tratada com o composto do comprimido então ela pode sofrer algum tipo de alergia ou reação adversa.

Com a análise prévia do médico é possível identificar a melhor forma de atuação para combater esses seres tão incômodos.

Há remédio caseiro para piolhos?

Quem não quiser ou não puder utilizar esse comprimido, entretanto, encontra outras soluções como o uso de loções tópicas que servem para matar os piolhos diretamente devido à falta de oxigenação.

Também há diversas receitas caseiras, como o uso de creme de massagem para interromper o fluxo de ar e, com isso, livrar-se dos parasitas. O comprimido, entretanto, ainda é uma opção mais eficiente porque age de dentro para fora.

Olha esta alternativa em vídeo tutorial passo a passo ensinando como fazer para acabar com piolhos e lêndeas de uma vez!

O comprimido para piolho é uma opção para quem vem sofrendo com esse tipo de parasita e quer se ver rapidamente livre dessa situação incômoda. Por se tratar de uma medicação, entretanto, é indispensável ter o cuidado de consultar um médico antes de começar a administração desse remédio para evitar efeitos colaterais e problemas futuros.

Tem mais alguma dúvida? Comente, talvez eu possa te ajudar!

Este artigo te ajudou? Esperamos que sim! Compartilhe isso para o mundo: Obrigada! 😘
264 Comentários

Comente! Pergunte! Relate! Sugira!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *